4 de Abril de 2018

Certa vez, Sócrates disse que “o orgulho divide aos homens e a humildade os une”, não há como negar que a humildade é um dos valores primordiais no processo educativo. Originada do latim, a palavra humildade significa ‘reconhecer as próprias limitações’. Ou seja, reconhecer os erros e fraquezas.Quem é humilde sente respeito pelos outros, não desvaloriza ninguém e nem se considera superior, e, acima de tudo tem uma atitude de aprendizado contínuo.

Na educação, a maneira de ensinar as crianças a serem humildes pode partir da contextualização de situações reais desta virtude. É preciso desenvolver atividades que trabalham o espírito de equipe – onde a criança percebe quem ela é e como precisa do outro para alcançar seu objetivo – seja uma partida de futebol ou um trabalho de grupo, os exemplos vão se manifestar.

A humildade é uma das bases do conhecimento porque ao reconhecer que não dominamos algum assunto, temos a oportunidade de buscar auxílio. Sendo assim, humildade não é depreciar o que somos, mas ter o conhecimento do que não somos. Num aspecto humanitário, Madre Teresa nos ensinou que “a humildade consiste em calar as nossas virtudes e deixar que os outros as descubram”, e, assim, sendo tolerante com as diferenças, respeitando os nossos limites, podemos então trilhar o caminho do crescimento.