13 de setembro de 2018

Em nosso atual contexto, é notório que a internet se tornou uma fonte quase inesgotável de informações e oportunidades de aprendizado, mas sabemos também que, quando usada de forma desregrada ela pode se tornar um obstáculo enorme na educação do aluno. Embora seja uma preocupação grande para os pais, você deve saber que a Web não precisa ser inimiga da boa educação. Nesse texto, você vai entender como é possível usar esse recurso como aliado no aprendizado.

 

Internet na educação

A Web é, sem dúvidas, uma das mais importantes fontes de informação a que temos acesso atualmente. São muitos sites, blogs, redes sociais, banco de dados e milhares de plataformas que fornecem informações relevantes e importantes para nosso conhecimento.

Em 0,5 segundos o Google é capaz de retornar bilhões de resultados sobre o assunto pesquisado em diversos sites diferentes. Não é interessante pensar que temos acesso a tudo isso do conforto da nossa casa e a distância de um clique? Isso significa, no entanto, que é também importante saber selecionar a sua fonte de informações e estabelecer quais delas podem ser confiáveis.

 

Não deixe a internet tomar conta

Alguns cuidados são essenciais para evitar que o uso das redes se torne um obstáculo na educação

                  >  Conteúdo

Diante da imensidão de dados que são atualizados diariamente, corremos o risco de nos deparar com conteúdos expostos de maneira incompleta, equivocada ou até de forma prejudicial. Por isso, é aconselhável que sejam verificadas mais de uma fonte de informação sobre o mesmo assunto.

Além disso, a internet é um mundo cheio de dados que se multiplicam exponencialmente a todo momento e, assim, como no mundo real, é impensável que um jovem ou uma criança o percorra sem apoio ou guia. Assim, é primordial que os pais sejam o ponto de referência do estudante pela web, definindo limites de horário de uso, acesso à conteúdo, restrição de plataformas e controle de dados.

 

                  >  Estabelecer horários para usar o computador ou celular

Ficar o dia todo na internet pode ser muito prejudicial para o desempenho escolar do aluno e, para evitar esse problema, é importante definir, desde muito cedo, regras em relação ao seu uso. Estabeleça horários estratégicos para acesso à internet (após as tarefas de casa, por exemplo) e evite descumpri-lo, principalmente quando isso for interferir no horário de estudos.

                       

                  >  Redes sociais: a importância do equilíbrio

As mídias sociais, como Facebook, Instagram e Whatsapp trouxeram facilidades de comunicação e um diferente modo de se relacionar, que tornaram-se indispensáveis no dia a dia. É por meio dessas redes que temos acesso a informações sobre nossos amigos, familiares, e demais assuntos do nosso interesse.  Além dessa praticidade, elas nos facilitam um processo essencial: a comunicação.

No entanto, por ser tão cheia de atrativos, é também o principal incentivo a perda de tempo na Web. Saber sobre aquela celebridade de que gosta ou assistir a um vídeo interessante pode levar mais tempo do que gostaria, prejudicando a dedicação a outras atividades essenciais no aprendizado — tarefas, leituras, convívio com a família, etc.

Independente da escolha sobre como desfrutar desta tecnologia, é fundamental que os pais estejam presentes neste processo e sejam o ponto de referência dos filhos em relação ao uso desse recurso, estabelecendo horários, limitando acessos e acompanhando o desempenho dos filhos para garantir que este não esteja sendo afetado pelo uso excessivo da internet.